Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Pedro Rolo Duarte

09
Set09

Do Benfica, sim

Nasci do Benfica e de esquerda.

Quanto ao Benfica, nada a fazer: é qualquer coisa que vem de dentro, e que não sai com o tempo, nem convoca mudança de opinião. Nem opinião sequer. É um facto.

Quanto à esquerda, ainda que haja matrizes de pensamento que não mudam, ao assistir a um debate entre esquerda e ainda mais esquerda, não consigo deixar de confessar que não me reconheço naquelas esquerdas.

Ou seja: de clube nunca mudarei. Felizmente sou livre no pensamento politico e posso pensar hoje assim e amanhã assado. Tal liberdade, que cultivo e não escondo, só me tem trazido dissabores: para a direita sou socialista, para os socialistas sou de direita, e até o putativo critico de televisão Cintra Torres me chamou “novel santanete” (!!!). Tive um “amigo” que certo dia me aconselhou a decidir: “Pedro, ou estás de um lado ou do outro, mas tens de estar de um lado”. Ele escolheu. Não me parece que tenha sido bem sucedido.

Portanto, da tal liberdade de pensar por mim não abdico, e há temas em que me reconheço à esquerda, como noutros me revejo à direita. Voto em função do que releva da espuma dos dias.

Reconheço: os dias andam turvos e a espuma deixa ver pouca coisa. Os debates não têm ajudado.

Já o Benfica é eterno. E às vezes custa...

 

14 comentários

Comentar post

Blog da semana

Ladrões de Bicicletas. Voltar a um dos mais clássicos blogues colectivos de análise e pensamento social e político e reencontrar excelentes textos, opiniões pensadas antes de escritas, e o prazer de um bom serão ao sofá a ler. Like.

Uma boa frase

“O centrão político - conservadores, liberais, social-democratas, trabalhistas - anda há mais de vinte anos a liberalizar os movimentos de capitais, a desregulamentar as actividades financeiras, a promover o "comércio livre", menorizando as consequências resdistributivas destas opções. Andaram a promover a ideia de que o mundo é mais bem gerido pela "mão invisível" dos mercados do que pelos poderes democraticamente eleitos. De que é que precisam mais para perceber que este é o resultado da sua globalização: que Marine Le Pen vença as presidenciais francesas?" Ricardo Paes Mamede, Ladrões de Bicicletas

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais comentários e ideias

pedro.roloduarte@sapo.pt

Seguir

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D