Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Pedro Rolo Duarte

21
Dez07

Cidadão repórter (II)

Já contei que me assaltaram a casa e no roubo marcharam todos os documentos pessoais. Prometi revelar a Minha Aventura no balcão “Perdi a Carteira”. Já não adianta contá-la porque desisti de utilizar esse balcão – a coisa não correu bem: ao fim de 3 tentativas de ser atendido, sem conseguir sequer senha numerada, sempre esgotada para o dia, e aconselhado por um funcionário a desistir e ir, balcão a balcão, tratar da minha vidinha, abandonei aquela área da loja das Laranjeiras. Escrevi uma carta ao “Público”, sob o pseudónimo Pedro Madeira, que foi publicada. Obrigado ao “Público”.
Parece que não fui o único a reclamar, e o serviço terá, entretanto, melhorado ligeiramente. Voltei lá há dias para conferir, a olho, as melhorias que a entidade do Governo que manda naquela chafarica tinha prometido. Parece que sim, que está menos mal, embora longe, muito longe, do simplex anunciado com pompa e circunstancia.
Adiante.
Um dos documentos que tinha de tirar de novo era a Carta de Condução. Fui ao site da Direcção Geral de Viação (DGV) e encontrei a seguinte informação: “A DGV encontra-se num processo de reestruturação/extinção tendo, nas competências das áreas das contra-ordenações e da segurança rodoviária (…), sido substituída pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (…). Deste modo, poderá aceder aos conteúdos destas áreas em www.ansr.pt . No âmbito do mesmo processo de reestruturação, as competências relativas a condutores e veículos passam a ser exercidas pelo IMTT - Instituto da Mobilidade e dos Transportes Terrestres, IP . Para obter mais informações e novos contactos aceda a www.imtt.pt .”
Foi o que fiz: www.imtt.pt . Fiquei a saber que a nova carta me custava 24 euros. Achei caro – mas dada a reestruturação, certamente seria célere e talvez mesmo por Internet.
(Tirar o cavalinho da chuva)
Por Net , nada, que os senhores gostam de nos ver de senha numerada na mão. Uma hora à espera na Loja do Cidadão dos Restauradores em frente ao ainda velho logótipo da DGV. Faltava uma fotocópia do BI, tirei ali ao lado e paguei mais uns euros. Fiquei com um papel que substitui a carta, que seria atempadamente enviada para casa.
Até agora, nada.
Passou-se isto a 19 de Outubro. Dois meses depois, os 24 euros não pagaram o despacho e a reestruturação não surtiu efeito na eficiência do serviço.
Mas reestruturar é bom. Governo que não reestrutura e não extingue organismos para criar outros, com logótipos e sites e mensagens de boas vindas, não é Governo. Mudar tudo para que tudo fique na mesma.
Em breve mudo de casa – e vou ficar sem carta outra vez, e vão mais 24 euros de mudança de residência. Mais tempo perdido com a senha numerada nas mãos. E mais uns meses à espera.
Viver na "west coast" da Europa é tão bom.

9 comentários

Comentar post

Blog da semana

Ladrões de Bicicletas. Voltar a um dos mais clássicos blogues colectivos de análise e pensamento social e político e reencontrar excelentes textos, opiniões pensadas antes de escritas, e o prazer de um bom serão ao sofá a ler. Like.

Uma boa frase

“O centrão político - conservadores, liberais, social-democratas, trabalhistas - anda há mais de vinte anos a liberalizar os movimentos de capitais, a desregulamentar as actividades financeiras, a promover o "comércio livre", menorizando as consequências resdistributivas destas opções. Andaram a promover a ideia de que o mundo é mais bem gerido pela "mão invisível" dos mercados do que pelos poderes democraticamente eleitos. De que é que precisam mais para perceber que este é o resultado da sua globalização: que Marine Le Pen vença as presidenciais francesas?" Ricardo Paes Mamede, Ladrões de Bicicletas

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais comentários e ideias

pedro.roloduarte@sapo.pt

Seguir

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D