Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Pedro Rolo Duarte

10
Jun10

Coisas que me encanitam (IV)

Há anos que alimento esta teoria: os portugueses são surdos. Ouvem mal. São insensíveis ao ruído.

Não me esqueço do pic-nic tranquilo de uma família na costa alentejana a escassos metros de um barulhento gerador de energia. Nem deram pelo barulho. Nunca percebi o gosto dos reformados pelas obras de rua, onde os martelos pneumáticos arrasam qualquer ouvido razoável. Cresci a passar férias numa aldeia onde o desporto favorito dos jovens era descer e subir ladeiras em motorizadas de 50 centímetros cúbicos com o escape livre. Gostavam do ruído da moto...

Por isso me encanita o ruído que os empregados de pastelaria adoram fazer a empilhar chávenas e pires de café.

Por isso me encanita a zona onde moro e cujo “estilo” parece passar por um permanente ruído de obras: o vidro duplo, o afagar do chão, o refazer de uma cozinha. Há dois anos que deliro com obras permanentes e sonho com o deserto. Há sempre uma obra ao lado, por cima, por baixo. Já não sei o que hei-de enfiar nos ouvidos...

Também me encanitam os clássicos alarmes mal amanhados dos automóveis (ou das lojas...) que apitam longamente, os cães irritados que ladram noite fora e incomodam toda a gente (excepto os donos, lá está, são surdos), os tipos que compraram um sistema hi-fi mais potente do que o carro onde o instalaram, os rádios na praia, as pessoas que gostam de falar alto quando o ambiente pede para falarem baixo. E os tipos que buzinam para chamar o vizinho (em vez de tocar à campainha do vizinho que querem chamar, é pedir muito?...), ou berram em vez de se aproximarem para falar. E os chatos que querem enfiar papeis e cartas na caixa do correio e acham que tocar campainhas é inocente e nada intrusivo.

Da Vuvuzela nem falo – que a vejo como objecto de tortura nazi... - embora tenha sido por causa dela que me lembrei de mais este encanitanço.

Fica feito. Podem fazer silêncio por um momento? Por um momento só?

 

... Além disso também me encanita o ruído do Governo com os números do INE que aparentam crescimento. É outro tipo de ruído: não há ninguém que veja apenas a realidade e perceba em que estado estamos e que o abismo está já ali? Mas o INE tem empregos para dar e défice para cobrir? Tanto barulho para nada...

10 comentários

Comentar post

Blog da semana

Ladrões de Bicicletas. Voltar a um dos mais clássicos blogues colectivos de análise e pensamento social e político e reencontrar excelentes textos, opiniões pensadas antes de escritas, e o prazer de um bom serão ao sofá a ler. Like.

Uma boa frase

“O centrão político - conservadores, liberais, social-democratas, trabalhistas - anda há mais de vinte anos a liberalizar os movimentos de capitais, a desregulamentar as actividades financeiras, a promover o "comércio livre", menorizando as consequências resdistributivas destas opções. Andaram a promover a ideia de que o mundo é mais bem gerido pela "mão invisível" dos mercados do que pelos poderes democraticamente eleitos. De que é que precisam mais para perceber que este é o resultado da sua globalização: que Marine Le Pen vença as presidenciais francesas?" Ricardo Paes Mamede, Ladrões de Bicicletas

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais comentários e ideias

pedro.roloduarte@sapo.pt

Seguir

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D