Blog da Semana
Malparado
O blog pessoal de Pedro Mexia, pequenas pérolas imperdíveis quase todos os dias.
Uma boa frase
“Quando alguém desaparece da nossa vida, podemos argumentar que se tratava de uma pessoa desinteressante, desleal, dispensável. Mas isso, a ser assim, talvez também se aplique às pessoas que ainda estão nas nossas vidas. E a nós, que estamos nas vidas delas.", Pedro Mexia,
Malparado
Mais comentários e ideias: pedro.roloduarte@sapo.pt
Pesquisar
 
Ligações
Antena 1
Janela Indiscreta em texto
Janela Indiscreta em rádio
O Hotel Babilónia na Antena 1 (com o João Gobern)
No Biography Channel
Lux Woman, a revista onde escrevo todos os meses

Arquivo
2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


Mais comentados
83 comentários
70 comentários
59 comentários
Subscrever
Domingo, 26 de Fevereiro de 2012

 

there's a bluebird in my heart that
wants to get out
but I'm too tough for him,
I say, stay in there, I'm not going
to let anybody see
you.
there's a bluebird in my heart that
wants to get out
but I pur whiskey on him and inhale
cigarette smoke
and the whores and the bartenders
and the grocery clerks
never know that
he's
in there.

there's a bluebird in my heart that
wants to get out
but I'm too tough for him,
I say,
stay down, do you want to mess
me up?
you want to screw up the
works?
you want to blow my book sales in
Europe?
there's a bluebird in my heart that
wants to get out
but I'm too clever, I only let him out
at night sometimes
when everybody's asleep.
I say, I know that you're there,
so don't be
sad.
then I put him back,
but he's singing a little
in there, I haven't quite let him
die
and we sleep together like
that
with our
secret pact
and it's nice enough to
make a man weep,
but I don't weep,
do you?

 

(Bluebird, by Charles Bukowski)


publicado por PRD às 14:50
link | comentar | favorito

2 comentários:
Realidade não aceita máscara
Porque é real e descarada
Não esconde a nossa cara
Nem nossa alma asfixiada

Asfixiada pelo cheiro a morte
Dos nossos irmãos tombados
Por não terem melhor sorte
Ao fim do mês uns trocados

Não foi a fome, foi o vírus
Circula com maior intensidade
Nem foi falta de medicação

Temos que arranjar antivírus
Para combater a insensibilidade
Da nossa brilhante governação.

http://rr.sapo.pt/informacao_detalhe.aspx?fid=31&did=52342

deixado em 28/2/12 às 06:16
responder a comentário

"there's a bluebird in my heart that"...

Sabemos voar cada vez que escolhemos as palavras certas de nos dizer...
Linda a fotografia, Pedro!:)

deixado em 28/2/12 às 14:44
responder a comentário

Comentar post

Post it

Ler mais

Ler mais
Imperdível


Banda sonora de 2013.