Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Pedro Rolo Duarte

14
Abr12

Vai um café?

Se me dissessem que nos dias de vida que me restam só poderia consumir uma bebida, não hesitava: água. Se fossem duas, também não hesitava: água e café.

Se fossem três, começava a discussão interior: água, café e... Jameson? Cerveja? Vinho tinto? E o que eu gosto de uma coca-cola gelada com limão? Uma sangria? Sumo de maçã do Frutalmeidas? Caipirinha?

Em princípio, esse problema não se vai colocar. Mas servem os parágrafos anteriores para lembrar que hoje, 14 de Abril, é o Dia Mundial do Café, razão pela qual vou até à FNAC-Alfragide, pelas 16:00, moderar uma tertúlia sobre o café. Melhor dito: sobre o café e a saúde. Mitos, verdades e mentiras.

As estrelas da tarde vão ser a Dr.ª Maria José Barbosa, Presidente da AICC – Associação Industrial e Comercial do Café, o Prof. Dr. Gorjão Clara, Chefe de Serviço de Medicina Interna e Consultor de Cardiologia do Hospital Pulido Valente, e o Prof. Dr. Vasco Videira Dias, Neurologista e Investigador.

Quem quiser vir beber um café connosco, é muito bem-vindo. Pingado. Escaldado. Em chávena fria. Sem início. Sem cafeína. Curto. Carioca. Italiana. Morno. Ou apenas sem história: um café. Como deve sempre ser. Em boa companhia.

3 comentários

Comentar post

Blog da semana

Ladrões de Bicicletas. Voltar a um dos mais clássicos blogues colectivos de análise e pensamento social e político e reencontrar excelentes textos, opiniões pensadas antes de escritas, e o prazer de um bom serão ao sofá a ler. Like.

Uma boa frase

“O centrão político - conservadores, liberais, social-democratas, trabalhistas - anda há mais de vinte anos a liberalizar os movimentos de capitais, a desregulamentar as actividades financeiras, a promover o "comércio livre", menorizando as consequências resdistributivas destas opções. Andaram a promover a ideia de que o mundo é mais bem gerido pela "mão invisível" dos mercados do que pelos poderes democraticamente eleitos. De que é que precisam mais para perceber que este é o resultado da sua globalização: que Marine Le Pen vença as presidenciais francesas?" Ricardo Paes Mamede, Ladrões de Bicicletas

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais comentários e ideias

pedro.roloduarte@sapo.pt

Seguir

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D