Blog da semana Fio De Prumo
No momento em que lança mais um livro - alguns textos que por lá li saíram deste blog... -, nunca é tarde para destacar a página pessoal de Helena Sacadura Cabral. Uma amiga, uma conselheira, uma sábia que gosto sempre de ler e ouvir. Não a dispenso da minha vida.
Uma boa frase “Marcelo ultrapassa sempre tudo quanto se pode esperar dele, e até nas águas mais encapeladas, ele não deixa de nadar bem. Pode não se gostar do estilo ou da filiação política. (...) Se a República fosse dinástica, diria que o lugar lhe estaria na massa do sangue. Ou de modo mais fino, que toda a sua vida fora preparado para esta função!". Helena Sacadura Cabral,
Fio de Prumo
Mais comentários e ideias: pedro.roloduarte@sapo.pt
Pesquisa
 
Ligações Antena 1
Central Parque, RTP3
O Hotel Babilónia na Antena 1 (com o João Gobern)
No Biography Channel

Arquvo
Mais comentados
Subscrever
Sexta-feira, 8 de Junho de 2012

Não exaltar a Selecção Nacional caso o acaso lhe permita fazer boa figura nos próximos dias.

Não vilipendiar a Selecção Nacional caso o que já se viu resulte no que se pode adivinhar.

Não despedir sumariamente Paulo Bento.

Não dizer que o Cristiano Ronaldo joga sozinho.

Não ser treinador de bancada, seleccionador de sofá nem jogador de comando à distância.

Não dizer que “algo vai ter de mudar no futebol português”.

Não deixar de ver futebol. Mesmo que as coisas corram mal.

Está dito.


publicado por PRD às 10:05
link | comentar | favorito
|

6 comentários:
Resumindo: não vai haver posts seus sobre o desempenho da nossa selecção no euro...pode ser que me engane mas o que se adivinha não é bom e o jogo com a Alemanha, ui..medo! Mas vou estar colada à tv a torcer ridiculamente com pintura facial e tudo.

deixado em 8/6/12 às 11:47
responder a comentário

Marão
Ao cair no bicudo grupo que lhe calhou em sorte, e sendo legítima a pretensão Portuguesa de passar á fase seguinte, não é despropositado assumir a pretensão, que não o favoritismo, de se constituir como artilhado candidato á vitória final. Tendo equipa para se bater com qualquer um, deixar feras do próprio grupo para trás pode ser meio caminho andado. Os críticos doridos não tem culpa de lhe porem o microfone á frente para debitar muito fel acumulado, que nesta ocasião só pode ser por intencional má fé para agitar e entornar corrosivos venenos, tendo Humberto Coelho feito mal em responder alimentando a corrente. Havendo todo o tempo do mundo para formular reparos e críticas, é destemperado e nocivo arremessá-las quando é tempo de ir a jogo.

deixado em 9/6/12 às 09:48
responder a comentário

Marão
Após um desempenho Português digno de registo perante uns Alemães em sentido, e a que só faltou a tal estrelinha, de lamentar que praticamente em todos os canais e recantos de maldizer os comentadeiros especialistas do costume tenham entrado de imediato na coutada preferida da caça ás bruxas. Com régua, esquadro e lupa de catar piolhos. Piolhosos .

deixado em 10/6/12 às 08:43
responder a comentário

Um discurso que vale a pena escutar e partilhar,

http://www.youtube.com/watch?v=n92VSfRnnoU&feature=player_embedded


deixado em 10/6/12 às 22:45
responder a comentário

Ich bin total verpisst!!!!!!

deixado em 11/6/12 às 11:18
responder a comentário

Pedro:
Pode dizer que o Ronaldo, não joga nada. Nem sozinho, nem acompanhado.
Quem é que descobriu, que ele era bom?
Digo eu, que não percebo nada de bola.
Maria

deixado em 13/6/12 às 21:35
responder a comentário

Comentar post

Post-it

Ler mais

Ler mais