Blog da Semana
Malparado
O blog pessoal de Pedro Mexia, pequenas pérolas imperdíveis quase todos os dias.
Uma boa frase
“Quando alguém desaparece da nossa vida, podemos argumentar que se tratava de uma pessoa desinteressante, desleal, dispensável. Mas isso, a ser assim, talvez também se aplique às pessoas que ainda estão nas nossas vidas. E a nós, que estamos nas vidas delas.", Pedro Mexia,
Malparado
Mais comentários e ideias: pedro.roloduarte@sapo.pt
Pesquisar
 
Ligações
Antena 1
Janela Indiscreta em texto
Janela Indiscreta em rádio
O Hotel Babilónia na Antena 1 (com o João Gobern)
No Biography Channel
Lux Woman, a revista onde escrevo todos os meses

Arquivo
2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


Mais comentados
83 comentários
70 comentários
59 comentários
Subscrever
Sábado, 22 de Dezembro de 2012


publicado por PRD às 19:05
link | comentar | favorito

3 comentários:
Anónimo
Tão bom! Boas festas

deixado em 22/12/12 às 21:51
responder a comentário

ERA UMA VEZ
Para o Pedro e todos os velhos e novos amigos, aí vai o meu presépio deste ano.
----------------------------------------------------
No meu presépio cabe tudo
O Menino, a Senhora e o seu esposo José
os pastores, a vaca, o burro, as ovelhas
e todos os bichos da arca de Noé

Pois é
e também a tristeza
o desencanto, os amores
o musgo
o lago feito de espelhos
a saúde
a vontade de escrever
o grande adeus deste ano
o sorriso descarado das mais pequenas
os carreiros e os moinhos
a alegria de ser mulher avó e mãe
os velhos e novos amigos
e cabe(a custo)
a saudade de tantos outros Natais

O amor
a nostalgia
"ainda" alguma esperança
e o pão nosso de cada dia

No meu presépio cabe ainda
um GRANDE ABRAÇO PRA SI
e tanta coisa
tanta coisa mais...


deixado em 24/12/12 às 15:47
responder a comentário

Belinda Cardoso
Todos os anos procuro transmitir nas minhas mensagens de Natal, algo que sinto e quero muito partilhar com todos os que me amam, me dão a sua amizade ou, simplesmente, me rodeiam, mas me aconchegam. Transformados em palavras, são sentimentos e desejos que me fazem acreditar que sem o sonho nada acontece. São palavras simples e despretensiosas, que revelam algo de mim, estados de alma que com muito carinho presenteio de forma verdadeira.
Um “poema” feito na Escola, pelo meu neto Gustavo (Guga), a propósito do tema “Natal Solidário”, foi a minha escolha para este ano. Espero que goste e, acima de tudo, se reveja nele.
Para si em especial desejo um Feliz Natal (este desejo nunca é atrasado) e um Bom Ano Novo.

NATAL SOLIDÁRIO

Dê-nos o seu coração,
...ou então não...
Para um Natal melhor
(o antónimo de pior)
mostre o que vale,
traga pelo menos sal,
seja um anjo, seja o desejo
Ajude estas crianças
Com poucas poupanças
Para este Natal
Ajudar não faz mal!

Gustavo Alves

deixado em 28/12/12 às 01:16
responder a comentário

Comentar post

Post it

Ler mais

Ler mais
Imperdível


Banda sonora de 2013.