Blog da Semana
Malparado
O blog pessoal de Pedro Mexia, pequenas pérolas imperdíveis quase todos os dias.
Uma boa frase
“Quando alguém desaparece da nossa vida, podemos argumentar que se tratava de uma pessoa desinteressante, desleal, dispensável. Mas isso, a ser assim, talvez também se aplique às pessoas que ainda estão nas nossas vidas. E a nós, que estamos nas vidas delas.", Pedro Mexia,
Malparado
Mais comentários e ideias: pedro.roloduarte@sapo.pt
Pesquisar
 
Ligações
Antena 1
Janela Indiscreta em texto
Janela Indiscreta em rádio
O Hotel Babilónia na Antena 1 (com o João Gobern)
No Biography Channel
Lux Woman, a revista onde escrevo todos os meses

Arquivo
2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


Mais comentados
83 comentários
70 comentários
59 comentários
Subscrever
Quinta-feira, 13 de Março de 2008
Li numa revista de economia que a Moviflor tinha repensado o seu lugar no universo do comércio de mobiliário e estava modernizada, com design, soluções mais próximas da concorrência, e que a nova loja de Alfragide era um mimo.
Fui lá. Tinha muito mais vendedores do que compradores. Ouvi uma funcionária dizer a um presumível amigo: “Aqui não nos falta trabalho, faltam-nos é clientes”. Perguntei se havia em branco o que vi em castanho, explicaram-me que o que tinham “era o que estava à vista”. Ou seja: sem gosto, sem variedade, sem flexibilidade, e numa exposição montada à pressa onde tudo parecia de qualidade duvidosa.
Avancei sobre o bairro de Alvalade, onde me lembrava de haver muitas lojas que anunciavam o fabrico de roupeiros por medida e moveis de todos os géneros. A maioria dessas lojas fechou depois de abrir a IKEA, resta o eterno Barros & Barros, que me prometeu orçamentos (“ainda para”) esta semana. Noutra casa da Avenida de Roma, um primeiro orçamento “a olho” registou um preço três vezes mais caro do que a IKEA, e com um prazo de entrega acima dos 30 dias...
Ainda me lembrei do Kit Market e passei por lá – mas no seu lugar, nas Olaias, nasceu uma loja de roupa barata, onde comprei uma camisa por 7,90 euros. Não resta nada, e os preços da casa mãe, a Dimensão, onde estive de passagem há menos de um ano, puseram-me a salvo até da clássica visita de prospecção.
Ao final da tarde, aproveitando o treino de futebol do meu filho, dei um pulo ao Colombo, e verifiquei que a palavra “Roupeiro” é tão desagradável para mim quanto para a Área.
Sinto-me fora de moda e fora de tudo.
Mas depois desta ronda de 48 horas (é conveniente ler o post de ontem para se perceber o de hoje...), percebi o sucesso da IKEA em Portugal e o seu plano de expansão, que prevê mais duas lojas na área de Lisboa nos próximos anos, além das aberturas a Norte e a Sul. O preço, a qualidade e a eficácia do processo arrasam qualquer concorrência – que parece oscilar ordeiramente entre a falência e a resistência surda-muda. Não há volta a dar, mesmo quando um qualquer Pedro do mundo se irrita porque ninguém o ajuda a carregar 400 quilos do mais comum e pequeno-burguês contraplacado...


publicado por PRD às 00:39
link | comentar | favorito

13 comentários:
Joana
Pelo que acabei de ler o seu problema mantém-se . E só não se resolve porque não tem como carregar sozinho um roupeiro de 400 quilos na IKEA. Pedro, se é só esse o contratempo para resolver a compra do tão necessário roupeiro, não se faça rogado, peça ajuda, será certamente um prazer acompanhá-lo, e ajudá-lo também a carregar o móvel. Só não prometo ajuda na montagem, porque não tenho muita habilidade nessa matéria. Tenha um bom dia!

deixado em 13/3/08 às 10:35
responder a comentário

Mafalda
Talvez a solução esteja em procurar mobiliário um pouco mais a norte. Estou a mobilar a minha casa e no IKEA comprei apenas os acessórios, o mobiliário pesado mandei fazer por encomenda na zona de Paços de Ferreira. Com a vantagem que fazem entregas (e montagem!) em todo o país!

deixado em 13/3/08 às 11:18
responder a comentário

Isabel
Passei esta semana pela mesma situação que o Pedro, e tirei as mesmas conclusões. Sou do Alentejo e depois de, tal como o Pedro, procurar nas grandes lojas da capital e arredores, resolvi que iria mandar fazer os móveis, sobretudo os roupeiros, na Mobiladora Alentejana em Évora, com entrega e montagem ao domicilio, em qualquer zona do país. Sendo que podemos escolher a madeira que preferimos e ainda temos uma larga quantidade de modelos à nossa escolha.
Viver no interior do país tem as suas vantagens, e como dizem os antigos aqui no Alentejo (peço perdão pela expressão, mas é uma frase popular), "Não é preciso ir muito longe pra cagar perto dos calcanhares!"

Uma boa carpintaria pode resolver o seu problema.

É um prazer lê-lo e ouvi-lo.
Bem Haja!

deixado em 13/3/08 às 11:36
responder a comentário

Bom dia,

O seu blog continua muito interessante.

Um abraço,
Hugo Jorge

deixado em 13/3/08 às 11:58
responder a comentário

M. João
Pedro,

Há uma loja nas Amoreiras, ao pé do Gato Preto, em frente, julgo eu, especializada em roupeiros. Dê um salto até lá, pode ser que não custem os olhos da cara.
Boa sorte (chiça, que não é fácil ser-se crescido...)

deixado em 13/3/08 às 12:19
responder a comentário

Mobiliario Moderno - Visite o nosso site

deixado em 13/3/08 às 16:41
responder a comentário

Eu mandei fazer os meus móveis nos "Móveis do Norte", que tem uma loja/exposição com atendimento ao fim de semana, na Venda do Pinheiro. Não se deixe impressionar com os artigos expostos, fazem o que lhes for pedido, de qualquer catálogo que lá tenham ou que leve consigo. A fábrica deles é em Paços de Ferreira e quem lá tem ido fica satisfeito. Mas é claro que na IKEA é mais barato.

deixado em 13/3/08 às 18:13
responder a comentário

Vergílio Borges
Benfiquistas! Somos a maior instituição do país, temos o maior número de sócios, temos uma força incomparável se nos juntarmos! Devemos-nos unir para resolvermos os problemas do nosso clube! Não existe uma oposição conveniente para forçar esta direcção terrivel a demitir-se? Pois então seremos nós mesmos os portadores da indignação de toda a nação benfiquista! Chega de promessas falsas! Chega de propagandas de marketing! Chega de kits! Chega de 14 anos com apenas 2 títulos nacionais! Chega de comissões! Vamos acabar com as quantidades astronómicas de jogadores contratados! É preciso ordem no BENFICA!
Passem a mensagem, dia 5 de Abril, sábado, no Marquês, em Lisboa, toda a nação benfiquista tem que se unir e provar que tem amor ao clube!!!!
TODOS JUNTOS POR UMA NOVA DIRECÇÃO E UM NOVO RUMO PARA O BENFICA!!! DIA 5, PASSA A MENSAGEM!SE OS PROFESSORES FORAM 70 MIL NÓS SEREMOS 150 MIL!!! FORÇA, ESTÁ NA HORA DE ACORDAR O MONSTRO!!!!

deixado em 13/3/08 às 19:00
responder a comentário

um verdadeiro épico

deixado em 13/3/08 às 19:26
responder a comentário

http://www.PNETmulher + http://www.PNEThomem

Já online

deixado em 14/3/08 às 01:52
responder a comentário

Comentar post

Post it

Ler mais

Ler mais
Imperdível


Banda sonora de 2013.