Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Pedro Rolo Duarte

22
Nov07

Tratar da saúde

Há uns meses que a B. se queixava de umas sensações estranhas nas mãos. Entre amigos e família, parecia claro que não seria nada de grave – mas na verdade, perto dos 80 anos de vida, por maior e melhor saúde que se aparente, há sempre achaques e problemas e “coisas que não estão bem”.
Depois da sequência normal de medicamentos, análises e exames, o médico de família da B. achou que o ecodopler deveria ser analisado por um especialista cardiovascular. Passou a credencial para marcar a consulta no Hospital de Santa Maria. Em Julho, a B. tratou do assunto: marcaram-lhe para o dia 23 de Novembro, ou seja, para dali a quatro meses. Seria amanhã.
Ontem, a B. recebeu uma carta do Hospital de Santa Maria a lamentar a impossibilidade de confirmar a consulta de amanhã e a remarcar para o dia 19 de Maio de 2008. Ou seja, daqui a (mais) meio ano.
A B. está reformada, descontou durante 40 anos para, entre outros benefícios, ter cuidados de saúde essenciais. Terá de recorrer a um médico particular, e pagar os clássicos 100 euros de “primeira vez”, se quiser realmente saber, em tempo útil, como resolver o problema que a afecta.
Há 15 dias, uma notícia na TV revelava que existem 380 mil doentes à espera da primeira consulta nos hospitais públicos. O ministro Correia de Campos “já se manifestou disponível para esclarecer o facto”.
Eu preferia que o ministro se disponibilizasse para ir embora. Está naquele lugar desde Março de 2005, já tinha sido ministro da saúde em 2001/2002. Não precisávamos que esclarecesse – precisávamos apenas que resolvesse. Não resolveu? Siga.

2 comentários

  • Sem imagem de perfil

    passam-se 23.11.2007 09:09

    WHAT?!
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Blog da semana

    Gisela João O doce blog da fadista Gisela João. Além do grafismo simples e claro, bem mais do que apenas uma página promocional sobre a artista. Um pouco mais de futuro neste universo.

    Uma boa frase

    Opinião Público"Aquilo de que a democracia mais precisa são coisas que cada vez mais escasseiam: tempo, espaço, solidão produtiva, estudo, saber, silêncio, esforço, noção da privacidade e coragem." Pacheco Pereira

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Mais comentários e ideias

    pedro.roloduarte@sapo.pt

    Seguir

    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2008
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2007
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D