Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Pedro Rolo Duarte

10
Ago08

Coisas estranhas que se fazem em férias (II)

Tentar perceber o PC recentemente adquirido e a sua relação com “pen’s” de banda larga da TMN

 

O exercício é inútil: não apenas se percebe um boi desta relação aparentemente amigável, como a probabilidade de nos irritarmos em férias – isto é, quando não é suposto… – é enorme. No ano passado, no Verão, havia amigos que gozavam comigo porque o meu velho portátil não se ligava à Net quando eu queria, mas sim quando ele queria, e isso tornava-o inútil. A mim, e aos amigos que se penduravam no computador para “já agora deixa-me lá ir ver o mail…”. Eles tinham razão, mas eu nem me queixava – afinal, era um pc de férias, e todos temos direitos nestes momentos.

Um ano depois, eu tenho um computador novo todo XPTO, praticamente “tuneado”, Windows Vista (a pior coisinha que a Microsoft conseguiu inventar desde o tempo do saudoso Windows 3.1), uma placa que a TMN me “vendeu” com pontos do telefone, e tudo deveria ser mega-ultra-hiper-rápido. Pois bem: a “pen” “internet em qualquer lugar” nem sempre tem rede e é tão rápida como a placa anterior. Para mim, sempre demasiado lenta. E quanto à ligação à Internet, é também a seu gosto: liga quase sempre, mas desliga-se sozinha sem avisar e faz de conta que continua ligada. Quando “a apanho”, faz birra e demora meia-hora a ligar de novo. Escrevo este post enquanto espero que lhe passe mais uma fita e me deixe continuar a navegar…

Irrito-me. Tento entender. Começo a vasculhar “o meu computador” e coisas parecidas. Arrependo-me sempre.

E penso - quando tenho um computador novo nas mãos - o mesmo que penso há uns bons 15 anos: enquanto não for tão implacavelmente simples como um televisor, esqueçam lá isso. Não substitui porra nenhuma. Já foi mais difícil ter um computador novo – mas continua a ser chato como a potassa recriar todas as rotinas e sentir-me outra vez amigo da máquina.

Lá está: vou voltar para o mar. Está-se tão bem dentro de água. E quando se mergulha não se ouve nada.

 

PS - Mas é claro que este post é uma brincadeira ao lado desta desmontagem literal de mais uma peça de marketing do Governo que os jornais e as televisões engoliram sem o prévio trabalho de casa. Ao contrário do que pretende Miguel Sousa Tavares, felizmente há blogues... Caso contrário, jamais saberíamos algumas verdades e as debateríamos livremente, como a caixa de comentários do post confirma.

8 comentários

Comentar post

Blog da semana

Gisela João O doce blog da fadista Gisela João. Além do grafismo simples e claro, bem mais do que apenas uma página promocional sobre a artista. Um pouco mais de futuro neste universo.

Uma boa frase

Opinião Público"Aquilo de que a democracia mais precisa são coisas que cada vez mais escasseiam: tempo, espaço, solidão produtiva, estudo, saber, silêncio, esforço, noção da privacidade e coragem." Pacheco Pereira

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais comentários e ideias

pedro.roloduarte@sapo.pt

Seguir

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D