Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Pedro Rolo Duarte

08
Out17

Falem mal, mas falem...

Em todos os actos eleitorais assistimos ao mesmo relambório: exceptuando o segundo classificado – quase sempre o PS ou o PSD -, que reconhece a derrota e vai para casa, todos os outros discursam para as televisões a cantar vitória. Ou tiveram mais votos, ou mais juntas de freguesia, ou ultrapassaram o adversário mais próximo. Ou, pura e simplesmente, tiveram votos, coisa extraordinária.

O campeão das vitórias, desde que me lembro de assistir a estes finais de noite, é o PCP, que ganha sempre qualquer coisa, nem que seja o facto de nada ter perdido.

E foi por aí, pelo facto de ter visto, há oito dias, Jerónimo de Sousa, reconhecer uma derrota eleitoral, que decidi escrever a minha mais recente crónica na plataforma Sapo24. Entre a ironia e a pura opinião de eleitor. Está aqui, caso tenham curiosidade.

O que não esperava, ou já não me lembrava, é o que pode constituir uma caixa de comentários para efeitos de desabafo, psicoterapia, ou simples destilar de bílis. Quando dei por eles, eram já uns tantos, insultando-me de tudo, classificando-me tanto de militante do PSD quanto do CDS, usando a mais fina linguagem para reduzir o texto a uma ideia: o Rolo é um atrasado mental. Como ando nisto há mais de 30 anos, e até a ameaças físicas tive direito, não me incomodaram minimamente as alarvidades que se escreveram, nem me dei ao trabalho de responder. Fiquei apenas estupefacto com a importância que se dá, no mundo virtual, a um texto mais entre milhares de textos e opiniões que a toda a hora se “postam” em todas as plataformas (nalguns casos, acusando-me de ser pago pelos impostos dos portugueses, coisa que certamente dava jeito ao Sapo, porém não é verdade...).

Sinto que sou um pequeno arbusto na enorme floresta digital, e que só com um golpe genial – de talento, sorte, ou combinando ambos – alguém vai ligar ao que escrevo. Habituei-me a viver nesta recatada humildade, onde escrever não é mais do que um velho hábito que alimento.

Ao ler aquele chorrilho de insultos, fiquei contente. Não por mim, claro (ninguém gosta de ser enxovalhado gratuitamente...), mas por ver que o Sapo24 é muito mais relevante do que se julga, e está na Primeira Liga do mundo digital. Já tinha orgulho em fazer parte daquela pequena equipa – agora, insultado e tudo, tenho mais...

1 comentário

Comentar post

Blog da semana

Mesa do ChefePara quem, como eu, gosta de cozinha, gastronomia e restauração, este é mais um dos poisos certos...

Uma boa frase

O Insurgente“Isaltino Morais: perda de mandato autárquico; condenado a 9 anos de prisão por fraude fiscal, abuso de poder, corrupção passiva para acto ilícito e branqueamento de capitais. Resultado 2017: 41.7% Esta é a imagem do país. Em suma, temos o país que merecemos, com os políticos que merecemos, com o fado que merecemos." Mário Amorim Lopes

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais comentários e ideias

pedro.roloduarte@sapo.pt

Seguir

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D